© 2018 por PELONOSSOCAMINHO

Canoas - RS

04.12.2018

Canela, Gramado, os Cânions, é tudo muito bonito, região toda ali é bem legal, mas a viagem tinha de prosseguir. Uma das coisas que estávamos precisando muito era lavar roupa,  que já vinha acumuladando fazia algum tempo. Até tentamos fazer isso ali, mas Gramado é tudo bem mais caro. Assim, depois de três dias começamos a levantar acampamento para ir embora. Foi nessa hora que acabamos conhecendo um casal que está fazendo exatamente o mesmo tipo de viagem que a gente, ou seja, os mesmos objetivos, descida até Ushuaia e depois subida até o Alaska. Rafael e Mileide, do Projeto Land Roots - Raízes da Terra, são de Goiânia e já estão na estrada faz uns bons meses. Acabamos nos entrosando e ficamos num bom bate papo até quase o meio dia. Ainda incomodei pedindo assessoramento quanto a instalação elétrica da minha barraca que não foi feita. Rafael deu aula.

 

Depois de tudo isso acabamos pegando a estrada com destino a Canoas. Resolvemos ficar na região da Grande Porto Alegre porque ficaria mais fácil resolver muita coisa. A idéia seria passar uns três dias por aqui, mas.....

Primeiro dia - O mundo caiu, choveu demais. Passamos o dia lavando roupa, baixando fotos e carregando baterias.

Segundo dia - fomos para Novo Hamburgo, conhecer a feira de motorhome que estava rolando, mais uma recomendação do Rogério de Brasília. Acabamos não adquirindo nada na feira. A parte de campismo não estava nos atendendo no que precisávamos. O bom foi que lá acabamos conseguindo conversar um pouco com a  Grace Downey do Challenging Your Dreams, nossa primeira grande inspiração para nosso projeto de viagem. Foi bem legal. Eles foram muito importantes pra gente, fazendo com que criássemos coragem de se lançar na estrada. Acabou que nós esquecemos completamente de tirar uma foto com a Grace. 

Terceiro dia - começamos a reorganizar as coisa na carreta/carro e começou a aparecer as primeiras sobras. Chegamos a um saldo de três pequenas malas, desnecessárias para viagem. Cara de pau que fui, liguei para um amigo daqui para pedir se poderia deixar na casa dele até arranjarmos um jeito de despachar para Curitiba. Passamos o dia nessa arrumação. À noite saímos para confraternizar, além desse meu amigo de turma que mora aqui ainda tinha outro que estava de passagem, pernoitando em Porto Alegre. Saldo final: acabei tomando todas. Foi uma noite bem legal.

 

Quarto dia – Eu acordei estragado e embrulhado. O dia não rendeu tanto. Fomos mexer na carreta e descobrimos que entrou muita água na parte da frente, onde fica o botijão de gás e ferramentas. Foram horas limpando tudo. Depois do suador, terminamos de baixar fotos de todos os dispositivos que tínhamos.

Quinto dia. Sério???? Não era para ser uns três dias? Pois é, e foi assim, quinto, sexto e sétimo dia, indo e vindo para a cidade atrás de coisas para equipar a viagem, arrumando detalhes no carro, na carreta,  escrevendo textos para atualizar site que estava atrasado, Fernanda resolveu fazer uma página no facebook, tivemos de procurar um lugar para fazer mais uns adesivos que ficaram falatando, tive assuntos de banco para resolver, e quanto mais a gente futuca, mais coisa aparece. Não paramos.

Pior de tudo isso foi que, chegando a hora de continuar a viagem, fui ligar para esse meu amigo daqui para marcarmos uma saída e acabei descobrindo que ele foi vajar e não volta até antes de nós sairmos. Que chato! Eu me senti super mal. Deveria ter combinado as coisas com ele antes mas acabei deixando tudo pro final. Vivendo e aprendendo. Vai aqui minhas sinceras desculpas ao amigo Jarbas.

Ainda não conseguimos fechar as coisas  de modo a seguir a viagem sem mais nada a organizar na carreta, mas resolvemos continuar descendo e deixar Canoas/ Porto Alegre para trás.

Interessante nesses dias foi que, procurando resolver as pendências, buscando uma coisinha aqui outra ali, a gente encontrou pessoas maravilhosas Pelo Nosso Caminho. E é muito legal isso. Fomos fazer uns adesivos e acabamos conhecendo o Sandro e a Grazi da Casa dos Adesivos, pessoas muito legais com muita história de vida. Um outro dia fomos procurar um armarinho para comprar um rolo de elástico. O elástico nós não conseguimos ali, mas as pessoas que conhecemos... Tipo aquela que em um primeiro contato você já quer convidar para sua casa como se fosse aquele amigo de muitos anos.  Daisy e Michele, vocês são show de bola. Adoramos conhecê-las. E lembrem-se do que dissemos, é só falar para as crianças que tem um filme famoso chamado lagoa azul. As crianças do filme tiveram sucesso. Depois disso é só colocar o pé na estrada. Rsrsrs.

 

Daisy e Michele - Armarinho Beleléu MarMel Ateliê

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Fernanda Azzolini e Marco Antonio Parreiras em viagem pela Europa e agora preparando uma grande aventura pelas três américas!

  • Twitter Vintage Stamp
  • Instagram Vintage Stamp

26.11.2019

10.09.2019

10.09.2019

22.08.2019

09.08.2019

Please reload

Pelo Nosso Caminho, Viagem pelas Américas, Viajantes, Pajero Full, Americas Travel, Travelling, América do Sul, América Central, América do Norte, On the Road, Brazil Travellers, Viajantes del Brasil, Fotos das Américas, Viajantes de Curitiba, Easy Rider