© 2018 por PELONOSSOCAMINHO

Puerto San Julian, Comandante Luis Piedrabuena

09.05.2019

          Saímos de Caleta Olívia com tempo bem cinza, e foi a partir dali  que não sentimos mais a sensação de calor. O frio chegou de vez.

         Na chegada a Porto San Julian passamos pela Base Aérea que abriga o esquadrão de caça de onde partiu o primeiro avião que sobrevoou as Malvinas, na guerra de 1982. Na cidade há um monumento com a aeronave de matrícula C-421, a mesma que fez dito voo, com placas homenageando aqueles que deram suas vidas no conflito. Há ainda um museu dedicado a guerra, mas nós não o visitamos. 

 

        Passamos um tempo na orla fotografando a bela cópia da Nau Capitânia Victória, réplica da embarcação utilizada por Fernando de Magalhães, na sua viagem em 1520 ao estreito que hoje leva seu nome. Essa embarcação abriga um Museo temático. Também não visitamos porque acabamos chegando cedo demais, e estava fechado. Após varias fotos fomos procurar um local para estacionar e fazer nosso almoço. Achamos um ótimo local de frente para o mar, bem próximo ao camping municipal, num estacionamento lateral a esse. Fizemos ali nosso almoço junto a nosso amigos do @Asabranca_pelomundo. Infelizmente, não tivemos muito tempo para desfrutar da comida porque o tempo começou a virar rapidamente. Vento, frio e chuva começaram a atrapalhar nossos planos por ali. Com essa mudança de tempo resolvemos partir para nosso local de pernoite, posto de gasolina em Comandante Luis Piedrabuena, local recomendado pelos amigos do Land Roots- Raízes da Terra (@landroots). 

       Comandante Piedrabuena, é uma cidade é bem bem pequena, mas com uma vista bem legal quando se chega pela ruta 3.  Nós só ficamos mesmo no YPF que tem uma estrutura muito boa, e tem também ali umas empanadas maravilhosas. A área de estacionamento grande e parcialmente protegida do vento. Apesar disso cozinhar não foi assim tão fácil. Muita improvisação para driblar o veto que insistia em atrapalhar nossa refeição. E foi nessa que quase perdi minha "tábua" de cortar. Ela caiu no fogo e deu uma derretidinha. Rsrs. No café da manhã nós tivemos a companhia de um bando de pardais. Ficaram rodeando a gente e eu não resistiu. Tive de compartilhar um pouco do pão que tínhamos na carreta.

       Antes de abastecer pra seguir viagem ainda tive a oportunidade de conhecer um Equatoriano que estava num grupo de motociclistas. Na verdade eu fui meio entrão e fui tirar uma foto da moto dele. Sou apaixonado pelas KTM e a dele era simplesmente do jeito que gostaria de ter , laranja, para desespero da Fernanda. Kkkkkkk.

         Saímos de Comandante Luis Piedrabuena, na intenção de chegar ao Parque Nacional Monte León, no horário de abertura do Parque, já que estávamos a uma curta distância, para poder aproveitar bastante o passeio. A informação que tínhamos era que teríamos que caminhar um trecho para chegar na área dos pinguins, bem como poder ir na área das cavernas. Foi uma grande frustração quando chegamos ali e o guarda parque que nos atendeu nos informou que o parque estava fechado para manutenção de suas vias de acesso. Um balde de água fria. Cláudio, o rapaz que nos atendeu, foi extremamente gente boa conosco. Ficamos uma meia hora ali com ele nos dando dicas sobre o que aproveitar não só da região próxima como de outros parques e locais na Argentina. Descobrimos também que ele tem parentesco brasileiro. Cláudio tem pais da região de Misiones. Apesar da frustração saímos com a dica de uma pinguinera próximo a Rio Gallegos que disse estar repleta deles nessa época. Nos informou ainda que, apesar da estrada ser em sua maior parte de rípio, o trecho estava em boas condições. Ainda sobre o Parque Monte León, esse problema de acesso já se arrasta desde 2017 quando houve desmoronamentos nas estradas de acesso a área costeira do parque. O que entendemos é que agora realmente será resolvido isso, mas nós só o visitaremos em uma próxima oportunidade.

            Dali partimos então para Rio Gallegos, nosso local planejado para pernoite antes de rumar para Tierra Del Fuego.

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Fernanda Azzolini e Marco Antonio Parreiras em viagem pela Europa e agora preparando uma grande aventura pelas três américas!

  • Twitter Vintage Stamp
  • Instagram Vintage Stamp

26.11.2019

10.09.2019

10.09.2019

22.08.2019

09.08.2019

Please reload

Pelo Nosso Caminho, Viagem pelas Américas, Viajantes, Pajero Full, Americas Travel, Travelling, América do Sul, América Central, América do Norte, On the Road, Brazil Travellers, Viajantes del Brasil, Fotos das Américas, Viajantes de Curitiba, Easy Rider