© 2018 por PELONOSSOCAMINHO

Verão de verdade em Ushuaia

31.07.2019

            A decisão de ficar mais tempo em Ushuaia foi perfeita. O tempo a mais em que ficamos na cidade foram de dias sensacionais. Muito sol e calor. E com dia ensolarado, voltamos pra fazer fotos no local onde tínhamos visto o bando de pássaros anteriormente, próximo a "Hosteria del Recodo". Infelizmente não havia assim tantos pássaros por ali no horário que fomos, mas em compensação a paisagem... de tirar o fôlego. Que visual deslumbrante. E mais uma vez "perdemos" algumas boas horas completamente impactados com a beleza da natureza. A vontade era de passar o dia inteiro ali, mas não tínhamos nos preparado para isso, além de não termos esse tempo todo disponível para passar um dia inteiro neste local.

         Uma das coisas interessantes que vimos para se fazer em Ushuaia era visitar o Glaciar Martial, fonte de água potável mais importante da cidade. Assim, nos juntamos ao @asabranca_pelomundo e fomos fazer esta caminhada, que é bem próxima ao centro da cidade, são apenas sete quilômetros até o estacionamento que fica no início da subida, base do teleférico (aerosillas). A trilha tem basicamente duas etapas. Uma primeira que vai até o final do teleférico, e outra que vai até o Glaciar, num mirante que há ali junto a geleira. Essa primeira etapa nós levamos bem uns quarenta minutos. O caminho é bem largo, mas o que fica puxado nessa parte é a inclinação, uma boa caminhada sem um refresco sequer. É uma ladeira para ninguém botar defeito. A segunda parte do caminho começa bem mais tranquila, mas o último terço da trilha é bem cansativa e, por vezes, escorregadia. Mas vale a pena, o visual lá de cima é fantástico. E digo que vale a pena pelo visual porque pelo glaciar, sinceramente, nada demais. Essa segunda etapa de caminhada dá mais ou menos uma hora e meia de subida.

         Com dia bonito aproveitamos também para refazer parte do trajeto de chegada a Ushuaia, aquele trecho que nos comentaram ser de paisagem muito bonita. Como chegamos com chuva, a idéia era voltar para fazer umas fotos com céu claro, e realmente é lindo demais. Chegar ao "fim do mundo" com esse panorama é de cair o queixo.

           Uma das coisas que tínhamos idéia de fazer em Ushuaia era comer a Centolla (Um caranguejo gigante, um dos pratos típicos da região). Nós já havíamos provado em Santiago em uma visita que fizemos lá no aniversário de minha mãe em 2014. Achamos sensacional na época, então agora era hora de provar a iguaria em terras argentinas. Vimos que o restaurante "El Viejo Marino" era um dos locais mais concorridos e também um dos mais recomendados, e assim partimos para lá. Um aviso: tem que se chegar bem cedo, pois se forma uma fila ali bem antes de abrir, é surreal. Quando chegamos estavam distribuindo senha para entrada, ele já estava lotado, mas como era algo o qual nos propusemos como item obrigatório na viagem, pegamos o nosso número e ficamos ali na frente de papo, aproveitando o o sol e o calor que fazia na cidade. Bom, comparando com o que comemos em Santiago eu diria que esse daqui deixou um pouco a desejar, mas ainda assim é uma iguaria que gostamos muito e que atendeu de certa forma as expectativas. Quanto ao restaurante podemos dizer que é um local pequeno, simples, e com atendimento bem bacana. A centolla para duas pessoas com acompanhamento de arroz e salada, bem simples diga-se de passagem, saiu por mil e duzentos pesos argentinos, algo próximo de cento e vinte reais.            

          Uma coisa que vale a pena fazer em dias bonitos na cidade é curtir o por do sol num local mais alto. Nós descobrimos um spot bem legal que é a área do estacionamento do aeroporto da cidade . A vista de lá é linda no final da tarde, e o melhor de tudo, completamente grátis. Basta chegar e procurar um local para estacionar seu carro. Assim como a gente, várias pessoas foram para lá somente para desfrutar do lindo fim de tarde. Teve até um casal que aproveitou para fazer seu ensaio fotográfico de casamento com aquelas cores linda do ocaso. Bem bacana. Nesse dia específico estivemos ali com o @asabranca-pelomundo e logicamente tivemos de fazer uma graça.

      Nesses dias de céu completamente azul nós não imaginávamos que teríamos a oportunidade de passar um dia marcante para a cidade mais ao Sul do continente. Nós desfrutamos de um dos dias mais quentes da história de Ushuaia, segundo o pessoal local. A temperatura chegou aos 27ºC. Algo muito raro por essas bandas. Para nós foi ótimo poder sentir um calorzinho de novo. E o bom desses dias por aqui é que o vento não incomodou, ou seja, fez calor de verdade, rsrsrs. Por outro lado, o ruim desses dias de temperatura mais alta foi que, infelizmente, alguns visitantes indesejáveis resolveram dar as caras. Na noite em que comemoramos 21 anos juntos, fizemos um jantarzinho em casa e aproveitamos para abrir uma de nossas garrafas de vinho selecionados que tínhamos. Como sofro com refluxo, dormir depois de uma boa janta e uma garrafa de vinho foi uma tarefa angustiante.  Eu praticamente dormi sentado na cama. Foi então que senti como se tivesse um bicho andando em mim, na área das costelas. Acordei no susto me debatendo. Fernanda então levou um baita susto com o solavanco na cama. Acendemos a luz e procuramos para ver se havia algo. Não vimos nada, mas foi na hora em que fui ajeitar o travesseiro que a danada estava lá, paradinha nos olhando com seus vários olhos, uma baita aranha. Que susto!!! Para dormir de novo foi complicado. Fui vencido pelo cansaço. Outras da família nos visitaram na casa e fiquei pensando, como será que sobrevivem no inverno rigoroso dessa região? 

         Assim foram nossos dias pelo final do continente. Agora é voltar para Rio Grande para dali partirmos para Punta Arenas no Chile. Fizemos uma pesquisa para ver se era viável ir por outra estrada/ferry, mas vimos que com a carreta tudo sairia caro demais.  O mais em conta era fazer o caminho de volta mesmo via Rio Grande. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Fernanda Azzolini e Marco Antonio Parreiras em viagem pela Europa e agora preparando uma grande aventura pelas três américas!

  • Twitter Vintage Stamp
  • Instagram Vintage Stamp

26.11.2019

10.09.2019

10.09.2019

22.08.2019

09.08.2019

Please reload

Pelo Nosso Caminho, Viagem pelas Américas, Viajantes, Pajero Full, Americas Travel, Travelling, América do Sul, América Central, América do Norte, On the Road, Brazil Travellers, Viajantes del Brasil, Fotos das Américas, Viajantes de Curitiba, Easy Rider