Laguna de Las Torres e La Junta

Não conseguimos sair cedo de Coyhaique. Nossos companheiros de viagem do @Asabranca não estavam conseguindo um adaptador que precisavam e nós os esperamos. Já tínhamos planejado seguirmos juntos neste trecho até Villa Amengual.

Pegamos um trânsito bem intenso na saída do centro, mas logo que saímos da área da cidade as coisas melhoraram. Definitivamente penso que a parte mais impactante da Carretara ficou para trás. As paisagens continuam bonitas, muito verde nessa parte, mas não chega perto do visual deslumbrante da parte mais ao sul da Carretera Austral. A grande diferença mesmo nessa parte é o verde. O trecho que estamos aparenta ser uma região muito mais afetada por chuva porque o verde é bem mais intenso, e a mata bem mais alta, encorpada.

Almoço do dia foi um lanche que fizemos próximo a uma ponte. Assim que passamos sobre ela ficamos encantados pela cor da água. Como havia um refugio na estrada logo em seguida, resolvemos parar e ver de perto aquele local. Uma trilha levava até a parte embaixo da ponte e, pelo que se pôde notar, pessoal costuma fazer picknic ou acampar por ali. Vimos traços de fogueira no local, bem como quantidade razoável de lixo. A cor da água é coisa de louco. Muitos pássaros ao redor também, mas não conseguimos boas fotos de nenhum, o autofoco da lente está aparentemente danificado.

Continuando nossa viagem, estávamos passando pela beira de um lago quando vimos uma entrada para uma área descampada. Vimos também que havia dois veículos estacionados ali embaixo próximo da água. Resolvemos dar uma olhada mais de perto e acabamos nos encantando de certa forma com o local, o visual da montanha, do lago, o som dos pássaros, enfim, decidimos que ali seria nosso local de pernoite. Estacionamos e fomos dar uma explorada nos arredores. Pelo jeito muito gente passa ali para acampar ou desfrutar do visual que é realmente deslumbrante, mas o lamentável, e bota lamentável nisso, é a quantidade de lixo que deixam na área verde. Muito triste o descaso com um local tão maravilhoso quanto esse.

Quando preparávamos para iniciar nossa janta, um dos ocupantes de um motorhome que estava por ali veio falar com a gente. Pouco depois chegou sua esposa. Resumo da ópera, ficamos ali até alta madrugada comendo, bebendo e proseando. Foi muito legal. Casal Patrício e Josefina, chilenos, nota mil.

Acordamos até que cedo apesar da noite longa regada a vinho chileno. Escutávamos muitos pássaros, mas infelizmente não conseguíamos avistar nada. Outra coisa que tinha bastante também nos arredores eram abelhas. Como tem muita flor por ali, principalmente a que conhecemos por brinco de princesa, elas fazem a festa. Fiquei um bom tempo tentando uma foto, mas basicamente só me estressei brigando com a câmera, rsrsrs.

Seguimos viagem direção parque Queulat, queria muito ver a cachoeira que forma a partir de uma geleira, a famosa Ventisquero Colgante, mas infelizmente o clima não ajudou em nada. Muito nublado, com nuvens muito baixas, um pouco de chuvisco por vezes, enfim, uma caca de tempo. No caminho ainda nos deparamos com um rebanho de bois/vacas muito bonito. Tivemos de parar por uns minutos na estrada porque eles estavam curtindo o momento rsrsrs.

A estrada nesta parte do Parque Queulat é muito sinuosa e, por conta do clima chuvoso, estava bastante enlameada. Outro detalhe nesta parte do percurso são as curvas bem fechadas em grande quantidade até se chegar na parte baixa do Parque. Paramos numa cachoeira que dava para se aproximar, é bem sinalizada, mas foi a única que conseguimos fotografar. Na parte final da estrada que fica ainda na área do parque o rípio estava show, bem seco, podendo inclusive se desenvolver velocidade boa, entre 60km/h e 80km/h. Almoçamos no acostamento da estrada mesmo.

Paramos para pernoitar na cidade de La Junta, num posto COPEC. Fomos tomar banho num camping pequeno que tem no centrinho da cidade, Camping Vento Del Sur. Fomos muito bem atendidos e tomamos um banho bem gostoso, água bem quente, nada melhor para um dia bem gelado. Voltamos pro posto para nos organizar e preparar algo para comer. Estávamos para jantar com o pessoal do @Asabranca_pelomundo quando apareceram nossos amigos austríacos, Verena e Johannes; daí não prestou. Fomos até madrugada adentro, apesar do frio do cão, bebendo e beliscando snacks. Só paramos mesmo porque a chuva apertou e já não tinha como comer e beber sem molhar a comida/bebida.

Pela manhã tomamos um bom café. O frio não dava trégua. Nossos amigos austríacos saíram mais cedo, enquanto que nós e o @Asabranca saímos juntos direção a Funtaleufú, nosso próximo local de pernoite antes de deixar o Chile.


Não deixe de ver nossas fotos no Instagram e no Flickr. Os endereços são os seguintes: instagram.com/pelonossocaminho e www.flickr.com/photos/pelonossocaminho


Fernanda Azzolini e Marco Antonio Parreiras em viagem pela Europa e agora preparando uma grande aventura pelas três américas!

  • Twitter Vintage Stamp
  • Instagram Vintage Stamp

Pelo Nosso Caminho, Viagem pelas Américas, Viajantes, Pajero Full, Americas Travel, Travelling, América do Sul, América Central, América do Norte, On the Road, Brazil Travellers, Viajantes del Brasil, Fotos das Américas, Viajantes de Curitiba, Easy Rider

© 2018 por PELONOSSOCAMINHO