© 2018 por PELONOSSOCAMINHO

Tentando chegar em Rio Grande - RS

04.12.2018

       Esperávamos muito mais da BR 101, no trecho entre Porto Alegre e São José do Norte. Nada do que tínhamos em mente. Imaginem um trecho de  estrada, de 250 km, em reta e com a mesma paisagem? Bonito, mas cansativo, para o motorista que nem curva faz e para o carona, que só vê a mesma paisagem. Saímos tarde de Canoas, e acabou que não nos deu a oportunidade de realizar qualquer desvio na rota, para tentar chegar a um dos vários *faróis que existem na região. Lá atrás, durante o planejamento da viagem, eu tinha colocado como ponto de interesse os Faróis da Solidão e o Farol em Mostardas pro lado da Lagoa dos Patos, mas terá de ficar para uma próxima oportunidade. Mesmo assim, seguindo sem paradas para São José, o que vimos na estrada, foi uma variedade de pássaros surreal. Gaviões, Carcarás, a cardeais e mergulhões. Vimos também duas tartarugas cruzando a pista, avestruz ou ema, próximo a cerca numa fazenda, e muitos animais mortos na estrada. Observamos, infelizmente, que não é muito respeitado os limites de velocidade, com isso muitos animais acabam indefesos na tentativa de cruzar a pista. Ainda sobre a BR101, a rodovia tem aproximadamente 80% de asfalto bom. É uma pista de mão dupla, sem acostamento na sua maior parte e com sinalização razoável. Nos piores trechos existe a informação por placas de pista em más condições. Que eu me lembre era algo em torno de uns 20km de pista ruim ao todo, mas nada absurdo. Tem que maneirar bem a velocidade nesses pedaços, mas dependendo do veículo que trafega diria que é tranquilo. Com reboque, que é o nosso caso, eu era obrigado a diminuir bastante a velocidade.

 

        Pois bem, chegamos a São José do Norte com sol a pino e fomos direto para o local da balsa para atravessar para Rio Grande, nosso destino no dia. Então, deixa eu fazer uma perguntinha básica: você verificou direito os horários de funcionamento? **Eu também não. Chegamos as 17:50h e descobrimos que a última balsa  para veículos encerra às 17:00h. Assim, tínhamos a opção de tentar achar um local em São José para pernoite, ou retornar para um camping que ficava 01:20h sentido Porto Alegre. Procuramos então uma pousada/hotel na cidade, e foi ali que pernoitamos mesmo, em São José. Na pressa de chegar a Rio Grande nós não almoçamos, ou seja, estávamos no desespero também para comer. Na nossa cozinha não havia nada que sustentasse, assim, resolvemos achar um local para comer numa segunda-feira em uma cidade pequena. Conseguimos um único restaurante aberto próximo a praia, o restaurante Atalaia. Fomos muitíssimo bem atendidos, éramos os únicos no local. Interessante que não tinha cardápio. O dono do restaurante somente perguntou o  que beberíamos e só. Meia hora depois chegou a comida. E muita comida. Não era pouca coisa. Infelizmente muita fritura, mas não estávamos em condições de reclamar. Casquinha de siri, peixe empanado, bolinho de peixe, camarão empanado, salada com folhas, azeitonas, ovos, tomate e pepino, e cebola. Saímos explodindo. Detalhe final foi que na hora de pagar, não passava cartão, e eu não tinha dinheiro suficiente para fechar a conta. Sorte que consegui fazer uma transferência bancária para o dono e ficou tudo resolvido.

Alojados e alimentados, só queríamos aproveitar a mega power internet da pousada, e aproveitar que estava bombando para atualizar o site (melhor sinal Wi-Fi até o momento que conseguimos na viagem). Colocamos o computador na salinha e pá! Cadê que o bicho  liga? Nada. Esquentava do nada e morria. E foi assim, numa noite de Wi-Fi super-potente  que nosso velho companheiro nos deixou. Muito triste isso. Fomos dormir frustrados. 

 

*(esclerosada falando) Afff… Vcs fazem idéia, de quantos faróis "a criatura" marcou no mapa ?? (todos provavelmente) afffff… faróis, patos e flores (quem conhece a criatura deixa um comentário aí!)

** "o ser" passa 5 anos fazendo o planejamento da viagem, planilhas em vários moldes e formatos massss).

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Fernanda Azzolini e Marco Antonio Parreiras em viagem pela Europa e agora preparando uma grande aventura pelas três américas!

  • Twitter Vintage Stamp
  • Instagram Vintage Stamp

26.11.2019

10.09.2019

10.09.2019

22.08.2019

09.08.2019

Please reload

Pelo Nosso Caminho, Viagem pelas Américas, Viajantes, Pajero Full, Americas Travel, Travelling, América do Sul, América Central, América do Norte, On the Road, Brazil Travellers, Viajantes del Brasil, Fotos das Américas, Viajantes de Curitiba, Easy Rider