Bariloche

Chegamos na cidade com tempo bem mais ou menos, nada muito diferente do que experimentamos nos últimos dias em El Bolsón. Como das outras vezes, fizemos esse percurso no mesmo dia que nossos amigos do @asabranca_pelomundo, mas com diferença de algumas horas. Como estavam na nossa frente e conseguiram uma boa indicação de camping, foram nos direcionando.

Camping Villa Maitén

Camping Villa Mainén

Adoramos o camping, Villa Maitén o nome. Além da estrutura ser muito boa, a vista era maravilhosa. No que diz respeito a estrutura, além de banheiros limpos e ducha quente muito boa, há uma cozinha coletiva bem estruturada e uma sala de jantar espaçosa com várias mesas e algo muito importante pra gente, tomadas. O tempo em que passamos em Bariloche a maioria de nossas refeições aconteceram ali. Na parte externa, além de uma boa área reservada para os veículos, há local local para barracas, apartamentos para alugar (cabanas) além de uma área reservada para barcos. Pelo que vimos, muita gente deixa seu barco ali para aproveitar o lago no verão.

Outra facilidade deste camping era a proximidade de um bom supermercado (La Anonima) e de uma lavanderia. Para quem quiser ir para centro da cidade a distância não é tão grande, são 14km para o centro de Bariloche. Do Cerro Campanário, local com vista deslumbrante da cidade, o camping fica a somente 3km. Para quem precisa de lavanderia, ela dista apenas 1.2km do camping. E o mercado está bem próximo da lavanderia, a 600m depois dela, ou seja, a 1.8km do camping. Enfim, tudo muito perto.


Toda a área verde do camping é muito bem frequentada por caiquenes, gaviões, curucacas e outras pequenas aves. Os gaviões inclusive são "perigosos". Um dia que deixei parte da área da cozinha aberta quase fomos furtados. O bicho estava de olho na comida, ainda bem que avistamos o invasor a tempo, rsrsrs.


Depois de um primeiro dia de tempo mais ou menos, todos os demais dias que passamos em Bariloche foram de dias muito bons, céu azul, temperatura boa, enfim tudo perfeito para desfrutar da cidade.

Aproveitamos para conhecer o Cerro Campanário subindo de teleférico, fizemos o "Circuito Chico" que margeia parte do lago Perito Moreno e visitamos a Colonia Suiza, reduto gastronômico local. Eu particularmente tinha uma visão de que Bariloche seria um destino de inverno , mas não, a cidade e seu entorno são demais, uma beleza sensacional que vale muito a pena mesmo a visita fora da temporada de ski. Paisagens fantásticas onde quer que se vá. Dos locais que visitamos nós nos encantamos com a vista do Cerro Campanário, simplesmente lindo demais. Antes de deixar Bariloche ainda desfrutamos de um truta deliciosa no Criadero truchas Villa Suiza. Ali além de poder comer no restaurante do criadouro, faz-se uma visita nos locais onde estão criando os animais com explicação sobre todo o desenvolvimento do processo. Bem legal.

Vista do Cerro Campanário

Restaurante de trutas na Colonia Suiza


Como temos muitas fotos de Bariloche, recomendo visitar no nosso instagram as imagens que colocamos lá além dessas que estão aqui. O link pra ver nossas fotos de Bariloche são:

https://www.instagram.com/p/BwFP70SA34F/?utm_source=ig_web_button_share_sheet

https://www.instagram.com/p/Bv2kW-ADjw7/?utm_source=ig_web_button_share_sheet

OBS.: Ao que parece, o camping Villa Maiten fechou as portas em 2021, infelizmente. Local era sensacional.

Fernanda Azzolini e Marco Antonio Parreiras em viagem pela Europa e agora preparando uma grande aventura pelas três américas!

  • Twitter Vintage Stamp
  • Instagram Vintage Stamp

Pelo Nosso Caminho, Viagem pelas Américas, Viajantes, Pajero Full, Americas Travel, Travelling, América do Sul, América Central, América do Norte, On the Road, Brazil Travellers, Viajantes del Brasil, Fotos das Américas, Viajantes de Curitiba, Easy Rider